Saturday, March 31, 2012

"Caso" Álvaro Sobrinho




Ameaças de Angola a superjuiz

«O juiz Carlos Alexandre está a ser alvo de intimidação, escreve o Correio da Manhã, segundo o qual cópias de notícias saídas em jornais angolanos a anunciar a retaliação a Portugal por investigar Álvaro Sobrinho foram deixadas na caixa de correio do juiz

De acordo com o Correio da Manhã, o juiz Carlos Alexandre pediu ao Conselho Superior de Magistratura uma inspeção extraordinária à sua atuação no Tribunal Central de Investigação Criminal na sequência de notícias saídas em jornais portugueses e angolanos sobre as suas decisões no caso judicial por indícios de branqueamento de capitais que envolve o banqueiro angolano Álvaro Sobrinho, presidente do BES Angola.

Segundo o Correio da manhã, o juiz sentiu-se visado por essas notícias, que associam as suas decisões nos referidos processos ao abandono de investimentos angolanos em Portugal»
---------------



(GAD)
O "Correio da Manhã" (CM), dá hoje, de novo, destaque ao caso do Dr. Álvaro Sobrinho.
Como sempre, e na qualidade de "pasquim" que é, num sistemático atropelo às regras e à ética do jornalismo sério, credível e isento, insinua, provoca e desrespeita tanto a "vítima" da sua recorrente difamação - o Dr. Álvaro Sobrinho, como o país onde ele tem reconhecidamente uma obra notável (no BESA) reconhecida e premiada internacionalmente ao longo de vários anos.
Como é evidente, o trabalho de Álvaro Sobrinho, é. antes de mais reconhecido e valorizado pelos angolanos e pelo seu governo.
A perseguição ignóbil,  com laivos de racismo a que esse banqueiro foi submetido, sobretudo em Portugal, não poderiam, evidentemente, passar em "claro" às autoridades angolanas.
Por muito que o (CM), ao serviço de interesses pouco transparentes e nada credíveis, tente, numa postura rasteira, vender mais papel à custa de insinuações levianas, o Estado Angolano, repôs a verdade dos factos e defendeu, como qualquer estado de direito um cidadão, comprovadamente inocente e vítima de uma campanha miserável por parte dos media (não todos - há excepções) em Portugal.
Um negro, banqueiro, inteligente e com provas dadas é, ainda, para muitos acéfalos portugueses um inimigo a abater - não importam os meios...
Mas os angolanos sabem disso... E de muito mais. Têm um orgulho genuíno e incondicional pelos seus "cérebros".
Por isso, a notícia do (CM) é apenas e só mais uma provocação, permitam-me a expressão - ordinária e gratuita de um "pasquim" sem qualquer credibilidade.

Bom fim-de-semana !



Desenho: Gonçalo Afonso Dias, 03-2012

31 de Março de 2012


A "BOA NOTICIA":
Ribeiro e Castro vota contra alterações ao Código do Trabalho


O deputado democrata-cristão Ribeiro e Castro votou contra as alterações ao Código do Trabalho, uma decisão que não caiu bem na direção da bancada parlamentar do CDS.

O deputado Ribeiro e Castro votou contra as alterações ao Código do Trabalho, essencialmente por não aceitar a eliminação do feriado do 1 de Dezembro.

Depois do seu voto, este ex-líder do CDS-PP deu conta da sua «discordância fundamental e intransponível» relativamente a esta questão por causa deste feriado, que entende ser «o mais alto, o mais importante e o mais nacional dos feriados nacionais».

«É o único feriado que celebra o valor da nossa independência nacional e portanto o meu voto é também um voto contra a indiferença», explicou Ribeiro e Castro.

Este deputado do CDS adiantou ainda que não se «conformo nem com a eliminação do feriado nem com a indiferença política com quie essa questão é tratada, uma vez que é uma questão do mais alto simbolismo».

Na reação a este voto, o líder da bancada parlamentar do CDS recordou o exemplo recente do deputado José Manuel Rodrigues que abandonou a direção desta bancada quando entrou em desacordo com o partido.



(Imagem retirada da net)



A "MÁ NOTICIA":
Gasolina sobe na próxima semana para novo máximo histórico

O preço da gasolina vai subir 2,5 cêntimos a partir de segunda-feira para um novo máximo histórico, enquanto o gasóleo desce, como reflexo da cotação média nos mercados internacionais.

Segundo adiantou à Lusa fonte do setor, a gasolina deverá aumentar 2,5 cêntimos na próxima semana e o gasóleo deverá registar uma redução de 0,5 cêntimos.

O preço de referência do litro de gasolina em Portugal é atualmente de 1,741 euros enquanto o do gasóleo vale 1,521 euros.

Depois de nesta semana o preço dos combustíveis ter registado uma queda ligeira, na próxima semana retoma-se a escalada dos preços que se vem registando desde o início do ano.



Friday, March 30, 2012

PORTUGAL...



Fotografia: Gonçalo Afonso Dias
Barragem do Roxo, Alentejo, 2007

Editorial - De "Boas Intenções" está o Inferno Cheio... e este blogue também...



Tenho aqui feito, pontualmente, algumas "promessas" editoriais - "coisas" que eu quero abordar e, em alguns casos, aprofundar.
Vão, no entanto, ficando para as "calendas" por falta de tempo e porque os tempos que correm invocam um acompanhamento constante da "actualidade", sempre em metamorfose, sempre em contradição.

Por isso, peço desculpa aos meus leitores - sei que ainda são alguns - pela demora na abordagem de muitos dos "prometidos" assuntos.
Principiei este ano (Histórico, sem dúvida) com uma rubrica diária : As "Boas" e as "Más" notícias.
No "prefácio" dessa iniciativa "adivinhava" que a tarefa não seria fácil... sobretudo no que às "Boas Notícias" respeita...
Mencionei, nessa altura, que o Futebol seria provavelmente e única fonte estável de "Boas Notícias" - e não me enganei.

Uma das intenções que exprimi, e que mantenho, é a de ir mencionando/divulgando a realidade socioeconómica e geográfica dos muitos países que já aqui se fizeram representar, ao longo dos 7 anos de difusão deste blogue.
Em Novembro de 2011 quando inseri, em destaque, a funcionalidade "Flags Counter", já contava mais de 90 países que, ocasionalmente ou recorrentemente me visitaram.
Desde essa data já "voltaram" 55 dessas bandeiras.



Acreditem que aprendo muito convosco; reparo, muitas vezes - o que me leva a pesquisar - em topónimos que, quer pela estética quer pelo exotismo me instigam a curiosidade - Sorocaba, Brasil, por exemplo.





Para ser absolutamente coerente nesta "confidência" tenho de "abrir o livro":
Entre os assuntos mais prementes que tenho "na forja", criteriosamente arquivados e documentados numa pasta do meu PC denominada «Posts em Preparação», o mais urgente diz respeito à minha prática profissional - a arquitectura, sobretudo a que tenho vindo a construir em Angola e que "mora" há algum tempo num dos destaques da primeira página - O Edifício Sede do Banco Espírito Santo de Angola (BESA) em Ondjiva, Cunene.


Edifício Sede do BESA em Ondjiva, Cunene
Fotografia: Gonçalo Afonso Dias

Publicar arquitectura de um modo honesto e objectivo exige, como compreenderão, um investimento considerável de tempo - Há que rever textos, seleccionar e editar imagens, procurar "explicar" a obra como ela deve ser entendida. Sem "flores", sem desculpas, com verdade.

Espero, muito em breve ter esse trabalho concluído.

Mas há muito mais...
Pretendo escrever e ilustrar o melhor possível a minha leitura sobre o mais luxuoso, caro e "na moda"  dos hotéis de Angola (O Hotel Centro de Convenções de Talatona), onde estive por muitos dias hospedado na minha mais recente estadia em Luanda (Dezembro 2011 / Janeiro 2012).


Fotografia: Gonçalo Afonso Dias

Quero ainda abordar criticamente recentes galardões atribuídos à "arquitectura portuguesa" - Por ex. um hotel construído em Viana do Castelo, da "família" fotogénica do Novo Estoril Sol em Cascais (da autoria do ilustre Arq. Gonçalo Byrne) edifício esse - O de Viana - que me pregou um enorme susto... Já "o outro" o tinha feito...


(Fotografia retirada da Net)


(Fotografia retirada da Net)

Por fim, tenho, nessa "pasta sem fundo" uma considerável quantidade de assuntos, muito distintos - desde a "Nova" Cidade angolana de Kilamba-Kiaxi (uma espécie de Massamá (numa versão ainda mais deprimente e condenada ao fracasso) importada para o território adjacente à cidade de Luanda.



(Fotografia retirada da Net)


Também o destino, (e ainda em Luanda), que se prevê (e já se vê...) para o mítico «Morro dos Veados» merecerá, a seu tempo, uma posta dedicada.

«Luanda: Privatizada praia no morro dos Veados
Sábado, 16 de Julho de 2011

Dantes a luta era contra o colonialismo, depois contra as forças do imperialismo, depois contra a UNITA. E agora? Agora é contra JES-MPLA. Quanto mais mal fizerem, mais caro pagarão. E a factura já está muito elevada.

«Quando em Agosto próximo regressar a época balnear, os frequentadores da praia do morro dos Veados, no Benfica/Samba à estrada para Benguela vão deparar-se com a placa de local interdito. No acesso principal estão destacados homens da segurança privada, duma empresa cujo nome não conseguimos identificar.

Mais abaixo, o cenário de casas e barracas queimadas faz a paisagem hoje.

Algumas cidadãs, habituais vendedoras do local, disputavam com uma gigantesca máquina buldozer, uma oportunidade para salvar algum do material ainda não triturado (cadeiras, arcas e similares).

Contavam que foram surpreendidas por fiscais da Administração, com ordens para abandonar o local, pois a praia tinha dono, a partir de agora.

Foi citado um Gen. que responde pelo nome de Farrusco, como tendo adquirido, o espaço de aproximadamente um quilómetro de comprimento, numa área de concentração de mangais.»








Conversas com a Morte - A 3ª Via.



"Conversas com a Morte #03"
Desenho: Gonçalo Afonso Dias, 03-2012




A 3ª Via.



Compete-nos, durante a vida e sobretudo na fase mais "madura" da nossa existência - partindo do princípio que chega a esse estágio, decidir o que queremos que seja feito com o nosso corpo depois de morremos.


Independentemente de todas as questões filosóficas e/ou esotéricas da gasta, mas sempre pertinente questão: «Será que há algo perceptível depois da morte?», uma coisa é certa e infalível: mais tarde ou mais cedo o nosso dia chegará - de uma forma relativamente "natural" - a velhice, a falência da "máquina" e do motor a que chamamos "coração" ou por uma qualquer "piada de mau gosto" que a vida nos conte...

Os Portugueses, de um modo geral, não lidam bem com a morte - por isso inventaram o Fado.

Outros povos, com outras culturas - os nórdicos, por ex. são bem mais condescendentes e racionais com essa inevitabilidade.

Os angolanos festejam o "óbito" durante longos dias de festa... Celebram, à sua maneira, a morte como celebram a vida. Dançam, cantam, bebem, comem, choram e riem.

Tenho uma relação vagamente pacífica com essa "poderosa senhora". Já a vi, fascinou-me e, durante muito tempo preencheu os meus "vazios".

A "Morte Branca", bela, sedutora, irresistível. José Cardoso Pires prestou-lhe, como ninguém, uma merecida homenagem - «De Profundis - Valsa lenta», escreveu ele depois de ter sido confrontado com a matreirice da "menina de branco vestida".

Morrer, na sua essência, deveria ter exactamente o mesmo valor de "nascer".

Há apenas, nesta "coisa" da morte uma questão que me incomoda e que,... aceito..., revela, pelo simples facto de me incomodar, um espírito - o meu - que recusa as verdades absolutas e pragmáticas da Ciência e dos cientistas;

A questão até é simples: o destino do meu corpo, depois de alma ter, "supostamente", partido para "parte incerta."

Se, por um lado me horroriza (e recuso) o tradicional e muito católico "enterro" - talvez por ter nascido asmático e vagamente claustrofóbico - não aguento elevadores e estações de metro... Por outro lado, a alternativa - a cremação - ainda (se tal é possível) me faz mais "espécie" e me causa maiores afrontamentos.

Arder como um banal tronco de azinho numa lareira em tempo de Inverno, causa-me, para além da já referida perturbação, uma asfixia insustentável.

Entendo, por tudo isso, que já era tempo de existir uma 3º Via:

A investigação cientifica, tão assertiva, actual e notável, noutras vertentes (a guerra, por ex.), já há muito devia ter criado uma "máquina" que, pura e simplesmente nos desintegrasse.

Entrávamos nessa "engenhoca" e ... Uau!.. virávamos partículas ínfimas e higiénicas, lançadas no espaço!

Desapreciamos, pura e simplesmente e não incomodávamos, tão pouco, os peixinhos do mar.

Sem grandes encargos para a família, sem rituais auto-flagelantes, sem "lágrimas de crocodilo".

Não deve haver coisa mais sinistra do que a cremação. Torram-nos e guardam as desgraçadas das nossas cinzas numa espécie de "lata de cerveja", hermética, inestética, incómoda e inconveniente para todos.

Decidi, portanto, que vou esperar pacientemente... só vou morrer depois de terem inventado essa tão (por mim, pelo menos) desejada máquina vaporizadora.

Gonçalo Afonso Dias, 03-2012


É Sexta-Feira. Boa sexta-feira...

30 de Março de 2012




A "BOA NOTICIA":
Código do Trabalho: Deputados socialistas contestam disciplina de voto
Na véspera da votação das alterações ao Código de Trabalho, cresce a contestação interna na bancada do PS, perante a disciplina de voto que impõe a abstenção. Os deputados José Lello, Francisco Assis, Isabel Moreira e Sérgio Sousa foram alguns dos que manifestaram a sua contestação.

O deputado socialista José Lello interroga-se se o PS estará a «fazer mais oposição ao anterior Governo ou ao presente Governo do PSD/CDS»e acusa a direção de António José Seguro de ter um «comportamento dual».

Confrontado com a resposta, no Facebook,do porta-voz do PS, João Ribeiro, onde este escreveu: «Infelizmente, para defender o passado e honrar a assinatura de José Sócrates temos de nos calar contra medidas inaceitáveis», José Lello acusou o porta-voz socialista de «criar uma interpretação do memorando que está bem para além daquilo que foi acordado com a 'troika'».

José Lello considera que «falando o porta-voz em nome do PS, (...) não toma as posições adequadas. As responsabilidades que o porta-voz tem deveriam dar-lhe um pouco mais de contenção, sendo certo que o PS neste momento está a ser atacado de uma forma boçal, tal como aconteceu no último congresso do PSD», afirmou o deputado que pertenceu à direção durante os governos de José Sócrates.

Também Francisco Assis, antigo líder parlamentar do PS, se demarcou da posição do porta-voz socialista.

Assis retomou, no Parlamento, o tom do artigo que hoje escreve, no jornal Público, considerando que «está em curso uma gigantesca operação de demonização» da ação dos governos socialistas nos últimos seis anos.


A "MÁ NOTICIA":
Aumento do desemprego vai custar mais 204 milhões em subsídios

A Segurança Social vai gastar mais 204 milhões de euros em subsídios de desemprego do que o inicialmente previsto no Orçamento do Estado para 2012 (OE 2012), devido ao aumento do número de desempregados.

Os dados constam da nota de apresentação do Orçamento Rectificativo para 2012, entregue esta quinta-feira na Assembleia da República, onde se lê que "o aumento de despesa prevista com o subsídio de desemprego" relativamente à versão original do orçamento vai ascender a 204 milhões de euros.

Este aumento deverá estar relacionado com o crescimento acima do previsto da taxa de desemprego.

Na versão original do OE 2012, o Governo previa uma taxa de 13,4% para este ano; ainda no último trimestre de 2011, a taxa chegou aos 14%, e há indicações de que continuou a crescer. O Governo prevê agora que a taxa em 2012 se cifre nos 14,5%.

A rubrica "subsídio de desemprego, apoio ao emprego, 'lay-off'" é de resto uma das únicas duas entre as despesas correntes da Segurança Social a sofrer alterações no orçamento rectificativo. A outra alteração é a inclusão do pagamento de pensões dos bancários, ao abrigo da transferência do respectivo fundo de pensões.

Offside



Fotografia: Gonçalo Afonso Dias, 2007

Chamei-lhe Verdade (2)



Fotografia: Gonçalo Afonso Dias
Ferreira do Alentejo, 2007


Chamei-lhe Verdade (1)



Fotografia: Gonçalo Afonso Dias
Ferreira do Alentejo, 2007

Thursday, March 29, 2012

Morre escritor Millôr Fernandes aos 87 anos




(Fotografia: Iarli Goulart / AE)

Escritor e desenhista teve falência múltipla de orgãos

Morreu na noite dessa terça-feira, dia 27, no Rio de Janeiro, o escritor carioca Millôr Fernandes. Ele tinha 87 anos e teve falência múltipla de órgãos em sua casa.

Segundo o jornalista da Band Ricardo Boechat, que conversou com o filho de Millôr, Ivan Fernandes, o corpo do escritor permanecerá hoje em uma funerária e será velado nesta quinta-feira, dia 29, a partir das 10h, no cemitério Memorial do Carmo, no Caju, zona portuária da capital. Em seguida, às 15 h, o corpo será cremado.





"Inúmeros artistas contemporâneos não são artistas e, olhando bem, nem são contemporâneos"

"Jamais diga uma mentira que não possa provar."

"Não devemos resisitir às tentações: elas podem não voltar,"

"O poder é o camaleão ao contrário: todos tomam a sua cor."

"Viver é desenhar sem borracha."

"Toda regra tem exceção. E se toda regra tem exceção, então,
esta regra também tem exceção e deve haver, perdida por aí,
uma regra absolutamente sem exceção."


"Pais e filhos não foram feitos para ser amigos. Foram feitos para ser pais e filhos."

"Depois de bem ajustado o preço, a gente deve sempre trabalhar por amor à arte. "

"Esta é a verdade: a vida começa quando a gente compreende que ela não dura muito."

"Com muita sabedoria, estudando muito, pensando muito, procurando compreender tudo e todos, um homem consegue, depois de mais ou menos quarenta anos de vida, aprender a ficar calado."

"Passado: É o futuro, usado."

"O mal do mundo é que Deus envelheceu e o Diabo evoluiu."

"A única diferença entre a loucura e a saúde mental é que a primeira é muito mais comum."

"Se você agir sempre com dignidade, pode não melhorar o mundo, mas uma coisa é certa: haverá na Terra um canalha a menos."

"Nada é mais falso do que uma verdade estabelecida."

"O último refúgio do oprimido é a ironia, e nenhum tirano, por mais violento que seja, escapa a ela. O tirano pode evitar uma fotografia, não pode impedir uma caricatura. A mordaça aumenta a mordacidade."

"O mal de se tratar um inferior como igual é que ele logo se julga superior."

"O dinheiro não dá felicidade. Mas paga tudo o que ela gasta."

"O homem é um macaco que não deu certo."

"A verdadeira amizade é aquela que nos permite falar, ao amigo, de todos os seus defeitos e de todas as nossas qualidades."

"O capitalismo é a exploração do homem pelo homem. O socialismo é o contrário."

"O homem é o único animal que ri e é rindo que ele mostra o animal que realmente é"

"Todo homem nasce original e morre plágio."

"Entre o riso e a lágrima há apenas o nariz."

"Eu sofro de mimfobia, eu tenho medo de mim mesmo e me enfrento todo dia."

"Dizem que quando o Criador criou o homem, os animais todos em volta não caíram na gargalhada apenas por uma questão de respeito."

"O desespero eu aguento.
O que me apavora é essa esperança."


"Você pode desconfiar de uma admiração, mas não de um ódio. O ódio é sempre sincero."

(Pensamentos e frases de Millôr Fernandes - fonte)


Relacionados:

O homem que nos preparou para nós


OPINIÃO O DIA MAIS TRISTE DAS FRASES EM PORTUGUÊS
por Ferreira Fernandes



É Proibido



Fotografia: Gonçalo Afonso Dias
Ferreira do Alentejo, 2007


É Proibido

É proibido chorar sem aprender,
Levantar-se um dia sem saber o que fazer
Ter medo de suas lembranças.

É proibido não rir dos problemas
Não lutar pelo que se quer,
Abandonar tudo por medo,

Não transformar sonhos em realidade.
É proibido não demonstrar amor
Fazer com que alguém pague por tuas dúvidas e mau-humor.
É proibido deixar os amigos

Não tentar compreender os que viveram juntos
Chamá-los somente quando necessita deles.
É proibido não ser você mesmo diante das pessoas,
Fingir que elas não te importam,

Ser gentil só para que se lembrem de você,
Esquecer aqueles que gostam de você.
É proibido não fazer as coisas por si mesmo,
Não crer em Deus e fazer seu destino,

Ter medo da vida e de seus compromissos,
Não viver cada dia como se fosse um último suspiro.
É proibido sentir saudades de alguém sem se alegrar,

Esquecer seus olhos, seu sorriso, só porque seus caminhos se
desencontraram,
Esquecer seu passado e pagá-lo com seu presente.
É proibido não tentar compreender as pessoas,
Pensar que as vidas deles valem mais que a sua,

Não saber que cada um tem seu caminho e sua sorte.
É proibido não criar sua história,
Deixar de dar graças a Deus por sua vida,

Não ter um momento para quem necessita de você,
Não compreender que o que a vida te dá, também te tira.
É proibido não buscar a felicidade,

Não viver sua vida com uma atitude positiva,
Não pensar que podemos ser melhores,
Não sentir que sem você este mundo não seria igual.

(Pablo Neruda)

29 de Março de 2012




(Fotografia retirada da Net)

A "BOA NOTÍCIA":
Praia da Salema eleita uma das "Melhores praias secretas do Mundo"

A praia da Salema, situada no concelho de Lagos, foi eleita uma das melhores praias secretas do planeta pela revista americana Travel&Leisure, especialista em viagens e lazer, que destacou o seu lado «genuíno» e «não massificado».

Integrada numa lista das 15 praias mais tranquilas e discretas, a praia da Salema é a única praia portuguesa a constar da lista e foi escolhida por se tratar de «uma aldeia piscatória que ainda permanece genuína, num litoral algarvio engolido pela construção massificada de betão», informou hoje a Câmara Municipal de Vila de Vila do Bispo (CMVB) em comunicado.

«É um prestígio ver uma praia do concelho distinguida na maior revista de viagens dos Estados Unidos, que é lida por cerca de 4,8 milhões de leitores», refere a autarquia que lamenta que o mesmo reconhecimento não tenha acontecido a nível nacional, uma vez que o projeto " 7 Maravilhas - Praias de Portugal" excluiu a praia da Salema do lote das maravilhas portuguesas.



Num artigo publicado na edição de março, a revista norte-americana dá a conhecer aos leitores as praias que conseguiram sobreviver até aos dias de hoje sem serem invadidas por «demasiadas pessoas» e «demasiado ruído», e a praia da Salema, nos arredores de Vila do Bispo, no Algarve, é uma das praias com estas características.

O jornalista David A. Keeps, autor do artigo, destacou a aldeia piscatória e as casas tradicionais existentes na zona e que ainda não foram substituídas por novos «arranha-céus e resorts, ao contrário do que acontece em quase toda a região algarvia».

Para Adelino Soares, presidente da câmara de Vila do Bispo, o reconhecimento internacional da praia da Salema, «vindo de uma das revistas mais conceituadas em todo o mundo», fará com que esta receba no futuro mais visitantes «que procuram um ambiente natural e tranquilo para passar as suas férias».



A "MÁ NOTÍCIA":
Governo está preparado para aplicar mais austeridade

A possibilidade consta de um documento do Ministério das Finanças, a que o semanário Sol teve acesso, sobre a terceira avaliação da troika ao programa de ajustamento.

Nesse documento, que está a ser citado pela página online do semanário Sol, o Ministério das Finanças afirma no entanto que o objetivo do défice para este ano, 4,5 por cento, deve ser cumprido como o previsto, sem novas medidas de austeridade.

O Governo está a contar que a aplicação da nova lei dos compromissos traga ganhos significativos para o controlo das contas públicas. Contactado pela TSF, o Ministério das Finanças não faz qualquer comentário

O Tempo Roubado


Fotografia: Gonçalo Afonso Dias
Estação de comboios de Ervidel, Alentejo, 2007

Na Rua dos Barbeiros



Fotografia: Gonçalo Afonso Dias
Ervidel, Alentejo, 2007

O Mapa das Estradas da Vida



Fotografia: Gonçalo Afonso Dias
Ervidel, Alentejo, 2007

Wednesday, March 28, 2012

Grave, muito grave...



Estado burlado em esquema fraudulento com medicamentos


A PJ disse à TSF que o Estado foi burlado em mais de um milhão de euros no esquema fraudulento com medicamentos.

Só na administração pública, o esquema lesou vários serviços, desde a saúde à segurança social.

Afonso Sales, inspetor-chefe da Polícia Judiciária, adiantou à TSF que o Estado foi burlado em mais de um milhão de euros.

A operação da PJ, que decorreu terça-feira, deixou descoberto um esquema fraudulento: um dos maiores armazenistas da indústria farmacêutica apontava farmácias em dificuldade, usava então um testa de ferro para as adquirir. A partir daqui, a lei não era cumprida, conforme explicou o inspetor.

O dinheiro, vários milhões de euros, era utilizado para de tudo um pouco no mundo do artigos de luxo.

A operação da PJ foi desencadeada no ano passado, mas o esquema funcionava desde 2007.

Fotografia - Alentejo


"A Luz do Alentejo", Évora, 2007



"Espião em Evoramonte", Evoramonte, 2007


"Alentejana", Alentejo, 2007



Eu também acho...



O (Des)acordo ortográfico... e o meu dia de anos.



"Nós estamos no bom caminho, um caminho cheio de dificuldades, aonde os resultados nunca estão garantidos."

(Pedro Passos Coelho, 27-03-2012)


Já muito poucas coisas me deixam tão estupefacto como esta declaração de Sua Ex.ª o primeiro-ministro de Portugal - Dr. Pedro Passos Coelho.

Não sou masoquista. Contudo, enquanto trabalho - ou finjo que trabalho - tenho a televisão sintonizada num canal de notícias (não faço publicidade, desde logo porque não me pagam para isso...).

A verdade, verdadinha... É que vou "apanhando" aqui e ali" as notícias e as declarações da "actualidade".

Tenho (eu disse que não sou masoquista?!...) um caderno e uma caneta, de preferência de tinta permanente - nisso sou muito snob, sempre à mão para registar momentos como esse... Depois, consoante a minha disposição, passo-os (passo-os?!) a post, ou não.

É difícil, acreditem, não usar aqui, adjectivos que poderiam ser entendidos como insultuosos. Tenho o devido respeito pelas instituições e até mesmo pelas pessoas (coitadas...) que têm a árdua tarefa de enganar os portugueses, enganando-se a si próprios apenas para "ficar bem na fotografia" que é vista e revista, lá fora, sem grande emoção.

Todos nós sabemos que as "figuras públicas", sobretudo as mais iminentes, têm assessores para tudo e mais alguma coisa... Assessores de imagem, assessores de escrita (os discursos.) assessores de assessores...

O que me parece que falta, em grande medida, são assessores de português.

Já me começo a habituar, infelizmente, a ouvir, dos nossos ministros, verdadeiros atentados à língua de Camões.

Na forma e no conteúdo.

Passos Coelho disse, eu ouvi..., que "estamos no bom caminho - um caminho cheio de dificuldades (!) - Então se um bom caminho é um caminho "cheio de dificuldades", o que será para o Sr. primeiro-ministro um "mau caminho"? Nem vou entrar por aí... (deve meter "consumos" e coisas ainda mais esquisitas...)

Mas pior, muito pior, o Dr. Passos Coelho concretizou: "aonde os resultados nunca estão garantidos." Aonde?! ... Por amor de Deus...

Então não arranjam ninguém para dar umas lições de português ao Sr. Dr.?!

Ah! Não vem muito ao caso mas é um desabafo que tenho mesmo que fazer: A que propósito, e com que justificação, o Ministro das Finanças avança o dia 23 de Setembro de 2013 como "O Dia" em que Portugal vai (deve ir...) voltar ao "Mercado"?!.

Bolas! É o meu dia de anos - 49, por sinal.

Considero isso uma desfeita - quer, o Sr. ministro marcar para sempre o meu dia de anos com um evidente e previsível fracasso?!

Porque é que  não escolheu o dia em que nasceu?!

Francamente Sr. Ministro... Eu sei que anda cansado, que não dorme (tadinho...), que tem umas olheiras do tamanho de um comboio, que quer fazer boa figura - sei isso tudo e até lhe manifesto a minha compaixão (pena, não gosto...). Mas, "caraças" deixe lá o meu dia de anos em paz!

Aquariofilia (1)

Abro aqui, hoje, uma nova rubrica neste blogue - A aquariofilia

Abro-a de uma forma muito simples - editando 3 fotografias de alguns dos meus peixes, adiando, por agora, as referências científicas às espécies representadas.

Neste blogue, entre muitas coisas, tenho vindo a registar as muitas "paixões" que me preenchem os dias.

Desde muito pequeno que tenho, pelos peixes tropicais de água doce, uma verdadeira devoção e uma grande dedicação.

Em Angola, na minha infância, criava-os ao "ar livre". A temperatura e a qualidade da água dispensavam os artefactos que são, num clima como o nosso, indispensáveis.

Presentemente, já "crescidinho", tenho milhares de peixes "arrumados" por espécies e por "tamanhos" em 12 aquários de diferentes capacidades (de 240L A 60L) e com diversos objectivos.

De amador, como todos começamos, acabei por me tornar num criador. O mote é, como sempre a curiosidade, o desafio de reproduzir, com sucesso, espécies relativamente "difíceis". Nomeadamente os ovíparos - Barbos, Guramis, Colisas, etc., já que, no que respeita aos vivíparos - ovovivíparos - a reprodução é relativamente mais simples.

Abordarei aqui, se este tema tiver o interesse que o justifique, a minha percepção da Aquariofilia. Partilharei, com todo o gosto, as minhas "experiências" mais bem-sucedidas e tentarei, sobretudo, desmistificar a ideia de que ter aquários e peixes é algo de muito complicado e trabalhoso.

Como em tudo na vida, criar peixes e reproduzi-los exige, naturalmente, alguns conhecimentos elementares. Por exemplo, determinados conhecimentos sobre biologia são essenciais para qualquer principiante.

No fundo, resume-se, quase tudo, à estabilidade e qualidade do meio onde criamos os nossos peixes.

Não vou agora aprofundar essas questões, como disse, se se justificar partilharei, com muito prazer, os meus estudos, os meus conhecimentos e a minha experiência de álgumas décadas.





Fotografias: Gonçalo Afonso Dias. 03-2012

Querida, mudámos de casa !...


"Despejo #02"
Desenho: Gonçalo Afonso Dias. Esferográfica sobre papel (30x20cm), 03-2012
"A última coisa que nos podemos dar "ao luxo" de perder é a capacidade de nos rirmos de nós próprios" (GAD)

28 de Fevereiro de 2012


A "BOA NOTÍCIA":

Desempregados com entrada privilegiada em museus e teatros a partir de hoje

É necessário documento comprovativo. Os descontos variam. Saiba quais são.

Descontos e entradas gratuitas são benesses a que os desempregados têm direito a partir de hoje, Dia Mundial do Teatro. A medida é válida para museus, monumentos e palácios tutelados pelo Governo e nos espectáculos nos teatros nacionais.

A Secretaria de Estado da Cultura (SEC) justifica a decisão, revelada há uma semana, com o objectivo de não bloquear os hábitos culturais se quem se encontra “numa situação de desemprego".

A entrada é gratuita nos 28 museus nacionais espalhados pelo país e em mais cinco palácios nacionais sob a tutela directa do Instituto dos Museus e da Conservação.

Os desempregados passam ainda a ter descontos nos Teatros Nacionais, Cinemateca e Companhia Nacional de Bailado (CNB), limitados a um número máximo por sessão definido pelos próprios organismos.


Os descontos com que pode contar
Para entrar na Cinemateca, uma pessoa em situação de desemprego passa a pagar um bilhete com valor fixo de 1,35 euros. Tem de pagar seis euros para entrar no Teatro Nacional D. Maria II.

O desconto no Teatro Nacional de São João, no Porto, é de 50% do preço do bilhete.

Já os espectáculos da CNB e do Teatro Nacional de São Carlos, em Lisboa, têm desconto de 25%.

A pessoas que se encontrem em situação de desempregado devem, para ter acesso a estas condições, apresentar um comprovativo de inscrição no Instituto de Emprego e Formação Profissional ou qualquer outro documento emitido pela Segurança Social que comprove a situação.


A "MÁ NOTÍCIA":
Quase 300 mil desempregados sem subsídio em Fevereiro

Quase 300 mil desempregados não tinham acesso a nenhuma espécie de subsídio de desemprego em fevereiro, segundo dados divulgados pela Segurança Social.

Pelos números do Instituto da Segurança Social, havia 351.959 beneficiários a receber prestações de desemprego no mês passado.

Destes, 289 mil recebiam subsídio de desemprego, 31,5 mil recebiam subsídio social de desemprego inicial e 31,1 mil recebiam subsídio social de desemprego subsequente.

De acordo com o Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP), no final de fevereiro encontravam-se inscritos nos centros de emprego 648.018 desempregados.

Cruzando os dois números, chega-se a um total de 296.059 desempregados que, em fevereiro, não recebiam qualquer subsídio.

Este número corresponde a uma ligeira redução face a janeiro. No primeiro mês do ano, e ainda segundo os dados do ISS e do IEFP, havia 303.478 desempregados que não recebiam subsídio.

Tuesday, March 27, 2012

Na Madeira o Carnaval dura o ano todo... Sem Passos mas com Coelho...



O presidente da Assembleia Legislativa da Madeira, Miguel Mendonça, ordenou hoje, pela segunda vez, a expulsão do deputado do PTP José Manuel Coelho da sala de plenário por estar a perturbar os trabalhos.

Por muito que tentem esconder a vida intima...





(HENRICARTOON)

...O amor entre Passos Coelho e a Toika vai dando os seus "rebentos"... :


Fitch estima queda do PIB português de 3,7% e admite mais austeridade

Publicado hoje às 15:59

A agência de notação financeira Fitch prevê que o PIB português encolha 3,7 por cento este ano, considerando «provável» que o Governo recorra a novas medidas de austeridade.

«O risco de derrapagens relativamente à meta para o défice orçamental em 2012 [4,5 por cento do PIB] é grande», começa por escrever a agência numa nota de análise sobre as dívidas soberanas da zona euro.

Este receio está relacionado com a probabilidade de um cenário macroeconómico mais negativo que o esperado, ou com novos problemas orçamentais nas empresas públicas.

«Tendo em conta estes riscos, a Fitch considera que há uma probabilidade significativa de que em 2012 sejam necessárias medidas adicionais de consolidação orçamental», escreve a analista da agência.

A Fitch prevê ainda que a economia de Portugal se contraia 3,7 por cento no próximo ano - uma recessão mais grave do que a previsão mais recente do Governo, 3,3 por cento. Para 2013, a agência espera um ano de estagnação.

Também para este ano, a agência prevê que o défice corrente português se agrave de 7,5 para 7,6 por cento do PIB; e espera que a dívida pública continue a crescer, atingindo 116,3 por cento do PIB em 2013.



Desemprego dos jovens pode resultar «numa das piores crises de sempre», alerta Juncker

Publicado hoje às 14:28

A persistência de elevadas taxas de desemprego entre os jovens poderá resultar «numa das piores crises de sempre» para a União Europeia, alertou o presidente do Eurogrupo.

«Tem de ser oferecer perspetivas de esperança aos que sofrem as consequências da crise», afirmou Jean-Claude Juncker, citado pela agência Bloomberg.

Juncker, que é também primeiro-ministro do Luxemburgo, falava durante uma conferência organizada pelo grupo EU40 (uma rede de eurodeputados com menos de 40 anos).

«Os jovens em especial vão pensar que o nosso sistema, no seu todo, falhou», disse o presidente do eurogrupo, referindo-se às elevadas taxas de desemprego jovem.

O desemprego entre os mais jovens (pessoas entre os 15 e os 24 anos) regista taxas particularmente altas em Espanha (onde atingem os 50 por cento), na Grécia e em Portugal (onde chegam aos 35 por cento).

O presidente do Eurogrupo admitiu que, por vezes, não sabe o que dizer a «jovens em dificuldades», porque as reformas adotadas pelos governos europeus «vão levar anos a produzir resultados».



"i"... :



27 de Março de 2012


A "BOA NOTÍCIA":
SC Braga sobe ao primeiro lugar com 58 pontos, deixando para trás FC Porto e Benfica, tem 13 vitórias consecutivas na I Liga e conta ainda com o melhor marcador (Lima com 19 golos). Tudo isto sem precisar de candidatura.

Sporting de Braga é o novo líder da I Liga após vencer a Académica por 2-1, em jogo de fecho da 24.ª jornada. Depois de FC Porto e Benfica terem ocupado o comando, o campeonato português conhece um novo líder. Chama-se Sporting Clube de Braga. E o mais curioso é que nem se candidatou para chegar ao topo da tabela.

O SC Braga aproveitou os deslizes do Benfica em Olhão (0-0) e FC Porto em Paços de Ferreira (1-1) para se instalar confortavelmente no primeiro lugar. Com mais uma exibição sólida (mais na primeira parte do que na segunda), os golos de Mossoró (36’) e Lima (45’) traduziram a superioridade bracarense em casa, que já leva 13 vitórias consecutivas no campeonato.

Na próxima jornada (25.ª), o SC Braga visita o Estádio da Luz e na seguinte (26.ª) recebe o FC Porto, na mesma ronda que o Benfica joga em Alvalade.






A "MÁ NOTÍCIA": 
Pelo menos 55 mil portugueses procuram trabalho no estrangeiro
Nos primeiros dois meses do ano mais sete mil portugueses inscreveram-se na rede europeia de serviços de emprego. A maioria dos candidatos é jovem e tem ensino superior. 


São cada vez mais os portugueses que procuram trabalhar no estrangeiro. O Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP) recebe cada vez mais candidaturas e só nos primeiros meses do ano inscreveram-se mais 7 mil portugueses no site da rede europeia de serviços de emprego.

No total são já 55.542 os portugueses inscritos nesta rede que ajuda quem quer trabalhar no Espaço Económico Europeu. No ano passado, eram apenas 36.637 em Maio e 48.695 em Dezembro. Portugal é por esta altura o quarto país com mais candidaturas.

Para além da inscrição e apresentação do currículo no site da rede europeia, outro caminho para quem tenta sair do país passa por manifestar esse interesse em Portugal junto do IEFP que também reúne uma série de propostas de emprego lá fora e colabora com outros centros de emprego.

A maioria das ofertas vindas do estrangeiro e disponíveis no IEFP vêm da Alemanha, Reino Unido e países nórdicos (Suécia, Finlândia e Noruega), mas também há trabalhos no Brasil, Angola e Argélia.

As profissões mais procuradas são engenheiros de sistemas e programadores, cozinheiros e ajudantes de cozinha, chefes de mesa, empregados de mesa e barman, engenheiros mecânicos e técnicos de mecânica, vendedores, especialistas na área da informática, chefes de vendas e marketing, soldadores e maçariqueiros.



(Imagem retirada da Net)

Monday, March 26, 2012

Não somos números. Somos Gente !!!



Fotografia: Gonçalo Afonso Dias
Évoramonte, 2007

26 de Março de 2012


A "BOA NOTÍCIA":
Gasolina e gasóleo descem na próxima semana

O preço dos combustíveis vai cair ligeiramente a partir de segunda-feira, interrompendo a escalada das últimas semanas, refletindo a descida da cotação média da gasolina e do gasóleo nos mercados internacionais.




A "MÁ NOTÍCIA": 
TGV: Especialista alerta para riscos de abandono do projeto

À TSF, um especialista em comboios, defendeu que a decisão do Executivo de abandonar em definitivo o projeto de alta velocidade acarreta vários riscos.

A estratégia do Governo de ter abandonado em definitivo o projeto do comboio de alta velocidade não é consensual.

Ouvido pela TSF, um especialista em comboios e professor na Universidade do Algarve disse que a decisão do Executivo tem vários riscos.

Manuel Margarido Tão, investigador em Economia dos Transportes, sublinhou que Portugal vai transformar-se numa espécie de «jangada de pedra», ficandor cada vez mais longe de Madrid.

(Imagem retirada da Net)

Arthur Schnitzler - Colóquio Internacional




Arthur Schnitzler 

Colóquio Internacional - Teatro Municipal de Almada - Sala Experimental  - 31 de Março, 17:00h
Arthur Schnitzler (Viena, 15 de Maio de 1862 — Viena, 21 de Outubro de 1931) foi um escritor e médico austríaco.

Biografia

O pai, Johann Schnitzler, de uma família judaica simples, mudou-se de Budapeste para Viena, onde se casou com a filha de uma famosa família. Tornou-se um respeitado médico e director do hospital “Allgemeine Poliklinik”. O seu filho Arthur frequentava entre 1871 e 1879 o liceu, tendo mais tarde completado o curso de medicina. Viria a completar omestrado em 1885. Participava no trabalho da revista clínica “Allgemeine Klinische Rundschau” e começou cedo por se interessar pela psicologia. Trabalhando como médico de 2.ª classe com o psiquiatra Dr. Theodor Meynert, fazia experiências com a hipnose e a sugestão como técnicas terapêuticas.

Foi assistente e médico de 2.ª classe no Hospital “Wiener Allgemeines Krankenhaus” e, mais tarde, assistente do seu pai no hospital “Poliklinik”. Em 1893, abriu uma clínica privada, a qual se começou a dedicar cada vez menos devido à crescente actividade literária.

Schnitzler é frequentemente comparado com Sigmund Freud. Nos seus dramas e novelas, usando a técnica do “monólogo íntimo”, mostra drasticamente o subconsciente dos seus protagonistas. Em consequência da sua representação intransigente, foi criticado vezes sem conta. O seu ciclo “Der Reigen” provocou um escândalo e foi censurado como pornografia.

(Fonte: Wikipédia)

Sunday, March 25, 2012

Manuel Graça Dias a "Falar Global" ?!






Será preciso fazer um desenho?! Talvez as palavras cheguem...

Não faço ideia, imagino apenas, quais os critérios das estações de televisão para a escolha das personalidades que entendem ser credíveis para falar sobre um determinado assunto.

Imagino, repito - desculpem lá... Que tenham listas de "Habitués", mais ou menos mediáticos, mais ou menos ávidos ou necessitados de "aparecer" na TV.

Isso acontece todos os dias, nos mais distintos programas - nada de novo, portanto.

No entanto penso (existo também...) que cabe a essas figuras públicas o discernimento de aceitar, ou não, dar a cara publicamente para falar de assuntos para os quais não estão minimamente habilitados ou estão, mesmo, intelectualmente desautorizados.


Estava tranquilamente a fazer as "minhas coisas", com a TV ligada e (como sempre) com a "50D" à mão, quando, para meu grande espanto vi o arquitecto Manuel Graça Dias (MGD) encher o meu écran... Claro que parei para ouvir e fazer dois ou três clicks...

O Programa - «Falar Global», da SIC Notícias deu voz ao (MGD) para opinar sobre "como encarar o futuro da Segurança Social?".

Francamente, Manel... Ambos sabemos que é, talvez, uma das pessoas menos indicadas para opinar sobre o trabalho, sobre os trabalhadores e sobre o respeito que é básico ter por ambos.

Não quero, não é essa a minha intenção, concretizar o que antes disse. Mas podia, com uma enorme facilidade e fundamentado conhecimento de causa.

Tenho plena consciência de que é por "estas" e por "outras" que fui remetido ao esquecimento pelos "VIP'S" da nossa Ordem e da "nossa" arquitectura mesquinha e progressivamente (visivelmente) atrofiada.

Desde o início, e já passaram mais de 20 anos de prática profissional, nunca entrei em "grupos", em Lobby's", em tertúlias...

Limito-me a fazer o meu trabalho o melhor que posso e que sei, em Portugal, em Angola, onde quer que seja ... e a dizer o que me vai na alma sem sentir o "rabo preso"...

Ah! Isso sim! Ser absolutamente livre para pensar é condição básica para a minha existência.

Desenho de Rua






Desenhos: Gonçalo Afonso Dias





EU

«Eu não sou nada nem ninguém - sou um pouco de tudo o que quero ser, porém.»
(GAD, 03-2012)


Em cima à esquerda: Benguela, Angola, 1967 - Fotografia de Carlos Afonso Dias.
Em cima à direita: auto-retrato no atelier - S. Pedro Estoril, 2008
Em baixo: auto-retrato, Porto 2010



Eu

Eu sou a que no mundo anda perdida,
Eu sou a que na vida não tem norte,
Sou a irmã do Sonho, e desta sorte
Sou a crucificada... a dolorida...

Sombra de névoa ténue e esvaecida,
E que o destino, amargo, triste e forte,
Impele brutalmente para a morte!
Alma de luto sempre incompreendida!

Sou aquela que passa e ninguém vê...
Sou a que chamam triste sem o ser...
Sou a que chora sem saber porquê...

Sou talvez a visão que Alguém sonhou,
Alguém que veio ao mundo pra me ver
E que nunca na vida me encontrou!


(Florbela Espanca)  



Nota: "Annemarie Schwarzenback (1908-1942) efectuou, ao longo da sua breve vida, reportagens fotográficas sempre ligadas a vários ensaios ficcionais ou jornalísticos. Escrever era a terapia contra a sua angústia e dolorosas crises depressivas.






(Tinta da China Edições)

Vale a pena conhecer a obra literária e fotográfica que Annemarie deixou. Aconselho vivamente e compra ou a consulta do livro «Annemarie Schwarzenback (1908-1942)» - Auto- Retratos do MUNDO - à venda nas melhores livrarias.


Annemarie Schwarzenback 

s/t



Fotografia: Gonçalo Afonso Dias
Messejana, Alentejo, 2008

F.M.I.


"FMI" 
Fotografia: Gonçalo Afonso Dias, Oeiras

25 de Março de 2012




A "BOA NOTÍCIA":
Moreira da Silva vai ser «coordenador» da comissão política do PSD

«No Congresso do PSD, Pedro Passos Coelho explicou que Jorge Moreira da Silva vai coordenar a atividade política do partido «em matéria corrente».

O presidente do PSD anunciou, este sábado, que Jorge Moreira da Silva vai ocupar as funções de «coordenador permanente» da comissão política do PSD e da atividade política do partido «em matéria corrente».

Pedro Passos Coelho, que também confirmou Moreira da Silva como primeiro vice-presidente do partido, fez este anúncio durante o Congresso do PSD, onde foram comunicadas as alterações aos órgãos diretivos dos sociais-democratas.»


(GAD):
Poderá parecer estranho, incoerente mesmo, dar aqui hoje como uma "Boa Notícia", a confirmação de Jorge Moreira da Silva (JMS) como vice-presidente do PSD e a acrescida responsabilidade que lhe foi conferida, no presente Congresso do PSD
de "fazer a coordenação permanente da comissão política e da actividade do partido".

«Isto é, Moreira da Silva assume-se como o primeiro vice-presidente ou como o número dois do PSD, tal como Paulo Portas fez com Nuno Melo no CDS. E substitui, assim, Paula Teixeira da Cruz, que, tal como o Económico tinha já avançado, sai da vice-presidência porque, entretanto, assumiu funções governativas como ministra da Justiça."»

Pode, de facto, parecer estranho e incoerente para quem visita este blogue com alguma regularidade e constatou, há muito, que eu sou assumidamente um homem de esquerda, numa oposição intelectual permanente às políticas levadas a cabo pelo PSD e aos laivos de totalitarismo do seu líder.

A explicação para considerar esta uma "boa notícia" é simples: conheço e considero o Eng.Jorge Moreira da Silva como um amigo.

Convivi intensamente (JMS) e com a sua família no âmbito da minha actividade profissional - projectei e acompanhei entre 2002 e 2006 a obra da sua casa no Restelo, da minha autoria. Em momento algum, no enredo em que a burocracia envolve os cidadãos nessas circunstâncias (JMS) "puxou dos galões". Submeteu-se com uma enorme determinação e uma rara humildade a todos os trâmites de um processo desta natureza.






Acompanhou a "sua obra" diariamente, com empenhamento, com paixão.
Por isso, mais do que considerar que esta é uma "boa notícia", envio os meus sinceros parabéns ao Eng. Jorge Moreira da Silva.
Espero, porém, que Passos Coelho tenha também a humildade de aprender alguma coisa com ele...




Projecto e fotografia: Gonçalo Afonso Dias



A "MÁ NOTÍCIA": 





Quase sete mil imóveis foram entregues aos bancos em dação em pagamento por famílias e por promotores imobiliários em 2011, em resultado do incumprimento nos créditos à habitação e à construção, segundo estimativas da associação que representa o setor imobiliário. 



De acordo com as estimativas da Associação dos Profissionais e Empresas de Mediação Imobiliária de Portugal (APEMIP), "cerca de 6.900 imóveis foram entregues em dação em pagamento". 

Só no mês de dezembro foram entregues 1.100 imóveis, o que representa "o pior resultado do ano transato e substantiva-se como o corolário de um segundo semestre extremamente difícil, em que o agravamento homólogo deste fenómeno se situou em torno dos 17,9 por cento". 

As estimativas da APEMIP indicam que as áreas metropolitanas de Lisboa e Porto concentram 45,2 por cento do número total de imóveis entregues no ano passado, sendo que dos 10 municípios mais penalizados em termos nacionais, apenas três - Loulé, Ponta Delgada e Braga - não pertencem a estas duas regiões. 

Estes números foram acompanhados por uma quebra de 7,2 por cento do número de transações no setor imobiliário, face a 2010. 

No que respeita ao parque habitacional português, os resultados pré-provisórios dos Censos 2011 indicam que, entre 2001 e 2011, foi registado um crescimento de 37,6 por cento dos alojamentos vagos para arrendar, com o total dos espaços arrendados a ter crescido 6,3 por cento face à viragem do século.