Saturday, January 31, 2009

"Correio da Manhã" ultrapassa todos os limites...


No post anterior ao costumeiro "Bom fim-de-semana" referi-me a um pasquim ordinário que hoje traria para a praça pública a mãe do primeiro ministro. Há minutos a capa dessa "coisa" a que alguns chamam jornal ainda não estava actualizada na "Banca de Jornais do Sapo". Por isso não a editei. Para meu espanto já lá está. E aqui também.
Confesso que me sinto envergonhado como cidadão de um país onde a democracia é tratada deste modo.
Estamos a viver momentos de absoluta anarquia onde as Instituições e o próprio sistema democrático é fragilizado e posto em causa.
Alguém vai ter de pôr um FIM a isto. Esse "alguém" anda mais preocupado com as consequências da Nova Lei do Divórcio ou a escancarar sorrisos ensaiados para as câmaras da televisão. Como se tudo estivesse bem.

Bom Fim-de-semana!

Foto: Gad, Alentejo, 2007

Até que enfim!!!

...que o "Público" subiu de nível. Depois de liderar a "chacota jornalística" sobre o caso da "moda virou-se finalmente para os assuntos merecedores de informação de qualidade.
Mais vale tarde que nunca. Tomara que os "outros" lhe seguissem o exemplo e dessem mais protagonismo à violência dos números e dos factos que diariamente deprimem este país.
Num dia em que um "pasquim" ordinário trará para a praça pública não o tio nem o primo de Sócrates, mas (pasme-se!) a senhora sua mãe. Ouvi e vi à pouco, na TV, num breve resumo sobre a imprensa de hoje (31). O que virá a seguir?!

Friday, January 30, 2009

Geometria (in)segura

Foto: Gad, Lisboa, 2009

The Printed Blog


Nasce jornal feito de blogues nos Estados Unidos

Chama-se “O blogue impresso” e tal como o nome indica é um jornal feito de blogues.
Distribuído de forma gratuita nas cidades norte-americanas, com uma edição para cada, de S. Francisco e Chicago a publicação é diária, tem seis páginas e uma tiragem de dois mil exemplares. Está previsto o arranque de uma edição em Nova Iorque.
As fontes das notícias foram escolhidas pelos leitores de um total de 300 blogues. Na transposição para a edição impressa trabalham nove redactores, alguns sem remuneração fixa. O projecto é financiado pela publicidade, sendo o custo de cada insersão de 11 a 21 euros.
(fonte JN)

Pode vê-lo ou fazer o download gratuito AQUI!

À "DESCARADA"...


O Público, ainda em formato "tablóide", mantém a "camisola amarela" no pelotão do jornalismo de "vão-de-escada". Mais uma primeira página integralmente preenchida com o Caso Freeport.
Não é o único jornal a dar prioridade ao "tema do momento". A grande diferença está no modo tendencioso, obcecado, infantil até como regurgita insinuações e levanta suspeitas sobre o Primeiro Ministro.
Compare-se o "tom" da concorrência e tire-se daí as devidas conclusões...
E eu que nunca imaginei vir a "defender" o cidadão José Sócrates...



(RR) Irresponsabilidade

A Rádio Renascença [RR] deu há pouco (o:34) a notícia acima referenciada.
Repare-se na forma leviana e contraditória como uma mensagem com esta gravidade foi construída:

1- Dá como certo que "Luanda" (Angola) entrará em recessão "Luanda deverá entar em recessão";
2- Apoia-se nas previsões e nos fundamentos de uma consultora provavelmente americana (Economist Intelligence Unit) "A consultora espera que a quebra nas vendas e no preço do petróleo, aliadas a menores investimentos estrangeiros e público, arrastem o Produto Interno Bruto (PIB) angolano para um crescimento negativo"
3- Refere "um Relatório a que a Agência Lusa teve acesso" sem concretizar.
4- Assume, no final, que as previsões não estão confirmadas " A confirmarem-se estas previsões".

A quem interessa este tipo de (des) informação?
Bastaria um telefonema para o Banco de Angola para confirmar o absurdo das previsões do relatório a que supostamente a agência Lusa terá tido acesso. Digo eu.

Thursday, January 29, 2009

Srª Procuradora Cândida de Almeida, importa-se de repetir ?!


Cândida Almeida [C.A.], directora do Departamento Central de Investigação e Acção Penal (DCIAP), esteve hoje em directo no programa da RTP "Grande Entrevista" conduzido por Judite de Sousa cujo tema foi (imagine-se) o "Caso Freeport", (uma alteração de última hora à entrevista a Ricardo Salgado).
Questionada sobre o paradeiro do sobrinho de Sócrates (Hugo Carvalho Monteiro), a senhora directora disse esta coisa extraordinária: " Já o detectámos... "(...)"não posso dizer onde se não ele Foge!"
Então?! Ele foge se alguém disser na Tv onde é que está "escondido" e depois as autoridades sabem, ou foge se souber que as autoridades já sabem onde ele está?! Ou a srª procuradora também sabe que onde o menino está não vê televisão?!... Hum mm... estranho...

FOTO(FOBIA)

Hoje fui a uma consulta de rotina. Como sempre, sobretudo quando prevejo uma "seca", levei a minha máquina fotográfica, prolongamento já natural do meu braço.

Ao entrar no Hospital um segurança [S] dirigiu-se rapidamente a mim [GAD]:

S- As fotografias é?...

GAD- As fotografias é?!..

S- Bom... não é para os jornais?...

GAD - Vocês andam mesmo traumatizados!

S- Sabe... são as ordens que temos... e depois nós é que ouvimos...

GAD- Pois...

E lá entrei com a minha máquina para uma espera de mais de duas horas num 7º andar que me proporcionou umas quantas fotografias panorâmicas de Lisboa.


"O PÚBLICO" HOJE CHEGOU-SE À FRENTE...

Uma capa inteira é obra!

O matutino "O Público" de hoje assumiu definitivamente a liderança do jornalismo "asqueroso-dependente" com uma over-dose "free-portiana" de capa inteira!

Parabéns ao líder! Espera-se para breve o aumento do formato desse jornal para o formato "broadsheet"* à semelhança do que originalmente tinha o "The Independent" ou, o português "O Expresso" na sua dimensão inicial ...
*
Broadsheet (~ DIN A2)
L=380-435 mm
A=530-600 mm

"Offshore"


Últimamente o "nosso" vocabulário tem sido enriquecido com termos técnicos (e não só) que nem sempre sabemos exactamente o que querem dizer...
Na última semana devo ter ouvido algumas 500 vezes falar em "offshore". Tinha uma vaga ideia mas fui pesquisar. AQUI.

Foto: Gad.

"Recessão Técnica Oficial"...

[R.T.O.] ...

Incêndio no Centro Histórico de Oeiras



Doze pessoas ficaram sem casa.
Aqui ao "meu lado".

Desta vez os "outros" somos nós...

Estou convencido que grande parte dos portugueses só agora se começou a aperceber que esta "Crise" não é mais uma crise.

Apareceu, para os menos atentos às questões macro-económicas, de repente, com o final do ano de 2008, atenuada pela época festiva e pelo descrédito que fizeram por merecer os nossos governantes.

Mas não. Quando no início desta semana foram anunciados mais de 70.000 despedimentos só entre a Europa e os Estados Unidos, a realidade atingiu-nos como um murro no estômago.

De repente, aquilo que só acontecia "lá fora", entra-nos agora a todas as horas pela casa dentro, sob a forma de notícias que contam as centenas de despedimentos do dia ou as empresas que acabaram de fechar as portas.

E estamos ainda em Janeiro. Nota-se o pânico nas expressões dos Governantes, também eles escancarando a sua ignorância...

Atiram-se milhões para o ar (ou para a rua) 50.000.000 este ano, no mundo... para viabilizar empresas e economias.

Num apartamento na "ova América", um casal com "bilhete marcado" para a fila do desemprego, suicida-se matando os filhos também.

É o mundo a enlouquecer. O desespero de viver este "Momento Histórico"...

E por aqui, caras fechadas e muitas pessoas com papeis nas mãos. Reparem bem.

Toda a gente anda na rua com papeis nas mãos.

Os media ainda andam a inventar mais porcaria para o já tão "mal-cheiroso" Caso-Freeport;

É preciso porcaria para editar todos os dias.

É preciso porcaria para distrair as pessoas todos os dias.

A porcaria é a coisa mais bem gerida neste país. Uma dose por dia... «Esta noite toma lá com a empresa do Tio e do Primo (com ar de chulo) do Sócrates»; parece a gozar mas não é. A dita empresa dedicava-se ao webdesign e chamava-se, se bem me lembro, "Neurónio Único!" Como é que havia de se aguentar?! Se com dois (o Tico e o Teco) já é difícil...

"Consta" que amanhã fará sol. Ao menos isso!

Foto: Gad, 2008

s-t

Foto: Gad. Sto Amaro Oeiras, 2009


Monday, January 26, 2009

Uma boa semana...


Pelo menos para "estes lados" a semana promete...

Sunday, January 25, 2009

Coisas simples...


Fotos: Gad. Ilha do Mussulo, Angola 2004

Mau Tempo - Alerta Vermelho para Litoral Norte e Centro do País









Hoje às 10:33
«Devido à previsão de chuva e vento forte para este domingo, alguns distritos do país estão em alerta vermelho, o mais elevado na escala da meteorologia. Segundo as previsões, as rajadas de vento podem atingir os 90 Km/h»
(Fonte: TSF)

Em Espanha, sobretudo no Norte, a situação é semelhante ou ainda mais grave. Contudo, a imprensa portuguesa, contrariamente à espanhola continua obcecada com a "baixa política". Provavelmente (desgraçadamente) o estado do tempo só será "Notícia" se como é costume suceder alguma tragédia, de preferência com culpas a imputar... Assim a comunicação social continua a (não) cumprir o seu papel de informação junto dos cidadãos funcionando cada vez mais como veículo "rasca" de propaganda partidária.






Será só uma questão de prioridades?
Acidentes: Um morto e quatro feridos em acidente no IP-4, trânsito cortado
25 de Janeiro de 2009, 12:56

"O estado do tempo e o uma ultrapassagem mal calculada deverão ter estado na origem do acidente." (Lusa)

Saturday, January 24, 2009

"Caso Freeport". Humor à parte, a minha opinião:

A semana que ontem acabou foi fértil em "casos" e polémicas...
Foi a notícia (já esperada) da nossa verdadeira situação económica;
Foi Mário Soares e as suas considerações sobre o casamento entre homossexuais;
Foi Manuela Ferreira Leite com as suas acusações;
Foi a Falência da Quionda, a maior exportadora portuguesa;
Foi a votação na Assembleia da República para a Avaliação dos professores;
Foi tudo e mais alguma coisa...

Acaba e promete continuar "em grande estilo" com este reciclado "Caso Freeport".
Não nutro, como já devem ter percebido, qualquer simpatia por José Sócrates.
Tenho, como milhões de portugueses, fundadas razões para isso.
Por outro lado, o indíviduo José Sócrates, tal como se apresenta e tanto quanto um "expectador" pode intuir, irrita-me. O estilo, a postura arrogante e absolutista, a retórica barata, etc.

Não sou "sócio" de partido nenhum pela simples razão que não me identifico com nenhum dos partidos políticos que temos. O que não significa que não tenha as minhas ideias muito bem arrumadas e que não exerça os meus direitos e deveres de cidadão.
Por isso, não posso deixar de dizer que me mete nojo (aí concordo com Sócrates) o oportunismo com que estas bombas mediáticas são lançadas.
Culpa do próprio também, claro. Pois se o caso já vinha de 2005, tempo não faltou para que ficasse totalmente esclarecido.

Em época de eleições o "tempo" assume um poder vertiginoso. Não há tempo. Nem para o bem nem para o mal, muito menos para o exercicío dos Valores.
E vale tudo. O tio, a tia, a prima, a avó e até se der jeito uma ex-amante ainda do tempo da "outra-senhora".
Não deixa de ser notório o empenho muito particular de determinados orgãos de comunicação social nesta "porcaria" toda.
Enquanto isso, e não se pode negar a inteligência do Primeiro Ministro, vai-lhe sendo oferecido "tempo de antena" precioso que ele saberá converter em mais votos piedosos...

... e a minha solução:






A M E M Ó R I A - Uma "ajudinha" a Sócrates...


Os meus agradecimentos "cybernáuticos" à pedagoga Brasileira Rosangela Menta Mello autora do blogue «MEMÓRIA« entre outros.

José Sócrates: «Não tenho memória que o meu tio me tenha pedido para receber os promotores do Freeport»
24 de Janeiro de 2009, 12:56
Está explicado cientificamente AQUI .

Explicações ciêntificas à parte, quando me dá jeito também tenho umas "brancas"...

"Menina de Angola"

Foto: Gad. Ilha do Mussulo, Luanda 2008

Esta menina não tem (mesmo) MEMÓRIA do dia em que começou a "zunzar* com os panos na cabeça...
* zunzar: andar de um lado (kms...) para o outro, para vender os seus artigos e ganhar o dia.

A "navegar" pelas MEMÓRIAS...

Foto: Gad. Nazaré, 2004

Este senhor tem com certeza muitas memórias... Talvez goste de ver de longe a sua Nazaré porque, desse modo, não vê o "circo" turístico descontrolado que descaracterizou a terra e as suas gentes.


Friday, January 23, 2009

Bom Fim-de-semana!

Foto: Gad. Faro, 2006



Avaliação dos professores - Deputados do PS mudam sentido de voto

"Se a bancada socialista não tiver mais faltas do que o conjunto dos partidos da oposição, a maioria vai esta sexta-feira chumbar a proposta do CDS-PP de suspensão de avaliação dos professores. O PS decretou a disciplina de voto e apelou à presença de todos os deputados. É certo que pelo menos dois deles vão mesmo mudar o sentido do voto." TSF, Hoje às 07:18



Votem lá por onde quiserem porque já não há paciência para esta "palhaçada". Mas votem de uma vez por todas!
A "negociata" dos votos entre os partidos, para além de desacreditar (ainda mais, se possível...) a postura dos deputados que nos representam, fragiliza a importância do que está verdadeiramente em causa.
Nunca entendi, mesmo nos chamados "Casos Excepcionais" essa regra da "Disciplina de Voto". Penso mesmo que nos ditos Casos Excepcionais é onde faz menos sentido obrigar um deputado a votar em sentido contrário à sua consciência e à sua vontade.
Aparentemente hoje o assunto fica resolvido. Mas não fica. Vamos ter eleições...

..........................................................................................................

Há uma hora...

Chumbado projecto do CDS que suspendia avaliação de professores
O projecto do CDS-PP que pretendia suspender a avaliação dos professores foi chumbado pela maioria do Parlamento. O projecto teve os votos favoráveis de cinco deputados socialistas e das bancadas do CDS-PP, PSD, Bloco de Esquerda, PCP, Verdes e deputados não inscritos. fonte: (SOL)

Thursday, January 22, 2009

Cristãos e Muçulmanos

Foto: Gad. Mérida, 2008


«Somos uma Nação de Cristãos e Muçulmanos»

[Barack Obama, discurso da Tomada de posse como Presidente dos E.U.A., 20-01-2009.]

Assim pensasse D. Policarpo e se pensasse um pouco por todo o Mundo...

Ninguém me "contou como foi", posso contar como é.

Foto: Gad. Alentejo, 2007

Wednesday, January 21, 2009

Os Cartoons de Henrique Monteiro & " Salvem os Ricos" by "Os Contemporâneos"...

Chegou a crise
Não há razão para temer
É que nesta crise
O Teixeira dos Santos vai-nos proteger

Mas neste Mundo injusto
O dinheiro está garantido
Para o pobre, o remediado
E o sem-abrigo

Mas pensa naqueles,
Os multimilionários
Ficaram sem bancos
E sem chorudos salários

E sem direito a indemnizações
Têm de pedir o aval
À sopa dos pobres dos ricos
O Banco de Portugal

O desespero tomou conta
De toda a Quinta da Marinha
Em vez de lavagante
Comem lambujinha

E vão ter de abandonar
O Conselho de Estado
O quadro do Miró
Foi penhorado

Porque esse Portugal
Já não é neo-liberal
Saberão que estamos no Natal!

O suprime limpou-lhes muitos milhões
A polícia trata-os como aldrabões
Saberão que estamos no Natal!

Salvem os ricos
Salvem os ricos
Salvem os ricos
Ajudem os milionários

Salvem os ricos
Ajudem os milionários


video

"O quarto dos brinquedos"

Foto: Gad. Caotinha, Benguela, Angola 2004

Tuesday, January 20, 2009

Obama Presidente!

ALERTA VERMELHO


É o dia "1" para Barack Obama e um dia que marcará para sempre a História dos Estados Unidos. e a História da Humanidade.
O sonho de Luther King está cumprido. Os sonhos de Obama terão agora um longo e duro caminho pela frente.
Mas, o título deste post prende-se com a gigantesca operação de segurança montada em torno da cerimónia de Tomada de Posse do novo Presidente. Algo que custou mais de 180.000.000 de dólares e que envolve milhares de pessoas.
Mas a História não se vai repetir. Obama trouxe a esperança e a determinação para fazer cumprir a sua renovada promessa do "sonho americano". Já nem é uma questão de cor, é uma questão de "crer".

ALERTA LARANJA

Foto: Gad. Santo Amaro, 2009-01-19
Meteorologia prevê neve para «todo o território» e forte descida da temperatura
Ontem às 20:38 (TSF)
A meteorologista Paula Leitão disse, esta segunda-feira, à TSF que a «temperatura vai baixar bastante» nos próximos dias, sendo esperados ventos fortes e aguaceiros sob a forma de neve em «todo o território», incluindo o Algarve.

Monday, January 19, 2009

Private Lawns : Angus and Julia Stone

Assim não dá... deixem-me dormir!

Está bem. Há uma crise económica internacional que agravou a "nossa"...
Está muito bem. O "Engº" é um trapalhão a fazer contas e não só.
Está bem que há partidos que mandam e outros que não.
Há o PS (PSD?) e a oposição.
Os verdes, os vermelhos e os outros que dizem que faziam se os deixassem.
Mas, porra! Não me tirem o sono!...
Avisem as pessoas mais sensíveis que vão passar imagens como esta nos debates da tv.
Ponham lá a bolinha por favor!
Eu sei que os ânimos andam exaltados, mas francamente...

Sunday, January 18, 2009

Karina Bertoncini


Karina Bertoncini é, segundo os meus critérios, uma enorme fotógrafa.
Brasileira, humilde, auto-didacta.
O seu trabalho publicado maioritariamente no site "Olhares.com" impressiona pelo realismo e pela espontaneidade dos registos mas também por um apurado sentido estético da composição e do enquadramento.
Karina tem, quanto a mim, um lugar destacado na fotografia e mais concretamente no fotojornalismo contemporâneo. As suas imagens são genuínas, reportam a vida e o quotidiano da sua gente. Distante de nós, em Minas Gerais, Brasil.
Como eu gostava de ver as (poucas) galerias portuguesas que se dedicam à fotografia contemporânea esquecerem por momentos as obrigações "da moda" e trazerem até nós exposições de gente como a Karina que não precisam, nem sabem, explicar a fotografia.
Porque a fotografia não se explica. Ou está em nós ou não está. O resto são malabarismos de circunstância embalados pelas tendências mais "in" efémeras, com certeza, mas satisfatórias para os próprios tal como satisfaz, por momentos, a masturbação. (intelectual, neste caso...).

"Artes e Ofícios" tem candidato a "tacho" no Governo Sombra


Um Santo Domingo Para todos.

Foto: Gad. 2009
"Um Anjo caído do céu"
Em princípio é de onde caem todos os anjos...
Mas este anjo caiu mesmo ao pé de mim com o respectivo fotógrafo, ali para os lados do Guincho...
Insólito. Tinha acabado de almoçar, trazia como sempre a minha "arma" e quando olhei para a praia pensei estar a alucinar. Um "Cliché" a sério mesmo ali em baixo! Com asas e tudo!
Juro que só bebi água a acompanhar um belo linguado grelhado.
O que é curioso é que o meu "colega" de ofício mostrava-se relativamente incomodado com a minha distante presença "paparazzi". Mas, afinal eu sou um predador armado em fotojornalista e por isso é que carrego sempre mais de um kilo de Canon até para os almoços de negócios.
O meu amigo até devia ficar satisfeito. O "anjinho", cá para nós, não se mostrou nada incomodado até porque aquelas posições já o deviam (ao anjinho) estar a maçar.
Se o meu amigo fotógrafo de "book's" estiver interessado na minha humilde colaboração, e se por acaso pairar por aqui, tenho o maior gosto em partilhar... Santo Domingo para todos.
Guincho, praia ao lado do restaurante "Mar do Guincho" - 17-01-09

Saturday, January 17, 2009

Quem abafou o assassinato de Edson Sanches?

Cor do texto
Imagem publicada na internet. Autor desconhecido

A notícia da morte do Edson Sanches (com 14 anos) por um tiro certeiro da policia portuguesa foi, até ontem deliberadamente abafada com excepção do seu funeral.
Acredito que para os governantes deste país e sobretudo para as chefias policiais era um imperativo amputar pela raíz a justa revolta de uma comunidade marginalizada e sem meios para clamar justiça em sede própria.
Segundo o "DN" de hoje «A notícia de que o agente da PSP terá morto o Edson à queima roupa veio incendiar ainda mais os ânimos".»
Mas não deixa de ser notável o tom alarmista e incitante com que o texto desse diário é redigido colando à manifestação de jovens de vários bairros em homenagem ao Edson (prevista para hoje junto à esquadra da PSP da Amadora) a presença de grupos ligados à extrema esquerda adiantando, por outro lado, que as forças policiais serão reforçadas nos locais de previstos desacatos (centros comerciais e estações de comboios) mas "à civil".

Seria uma grande lição de humildade e de respeito pela vítima se hoje os protestos e a manifestação em sua homenagem decorressem com a maior normalidade. Pelo Edson.

...............................................................................................................
Cor do texto Como é norma o espaço dedicado aos comentários é revelador do país em que vivemos.
Note-se este por exº:
«Ó sofia
Deves ser uma dessas pretinhas angolanas, que vive com os subsídios da reinserção, casa de borla, ainda és capaz de usufruir de algum curso de formação com subsídio... e que se acha muito letrada! tens irremediavelmente saúdades da selva, claro! kuduro da buraka?também foste apoiar o teu amigo preto que foi morto? porque não regressas ao teu país de origem mais a macacada da tua família?
Comentário submetido em 2009-01-17 às 19:25:26»


O que eu ali escrevi sobre o assunto:
«Gonçalo Afonso Dias
Confusão, falta de informação, xenofobia e racismo.
De tudo um pouco se encontra nos comentários aqui deixados ánónimamente.
Pois eu digo que correu tudo muito bem.
O país vive um ambiente tenso. Um jovem de uma comunidade marginalizada foi (agora) comprovadamente abatido por um tiro à queima roupa disparado por um agente da PSP.
O protesto acabou por ser relativamente pacífico tendo em conta a revolta natural e justa de quem vê um dos seus filhos ser brutalmente assinado por ser negro.
Com 14 anos...
Imaginem o que isto seria em França..
Lembrem-se do que sucedeu na Grécia.
Pessoalmente, já anteriormente aqui o escrevi, entendo que é nas situações de maior crise económica e de maiores adversidades que sentimentos e posições criminosas como o RACISMO assumem a sua verdadeira dimensão.
A verdade é que Portugal continua a ter uma grande faixa de população RACISTA e indiferente aos DIREITOS HUMANOS.»

Comentário submetido em 2009-01-17 às 19:26:01

...................................


O que eu vi. Ninguém me contou. ..



Vi o que tanto esperava. Apesar do clima "incendiário" criado sobretudo pelo "DN", logo pela manhã, vi, em directo, um protesto civilizado apenas maculado por atitudes violentas isoladas e muito infantis. Vi um Jovem a conversar com um policia, ciente dos seus direitos, de igual para igual. Vi um polícia respeitar esse jovem, tratá-lo como um cidadão.

Não vi nem ouvi nada daquilo que, pela manhã, o Diário de Notícias, trazia como manchete propagandista, creditada nas informações do SIS, como "TENSÃO"...

Fico pois feliz porque, como escrevi muito cedo, esta foi a melhor homenagem que poderia ser prestada ao "miúdo" Elson. Para a sua família toda a minha solidariedade.

Que o Elson Fique em Paz.



Bom Fim-de-semana!

Foto: gad, Alentejo 2007

Outro fim-de-semana...

E as semanas sucedem-se ao ritmo implacável do calendário.

Esqueço-me do passar do tempo como me esqueço de mim mesmo.

Esqueço-me de me lembrar do nome dos meus amigos.

Lembro -me de fazer por esquecer o nome daqueles que um dia o deixaram de ser;

por razões que "não lembra a ninguém".

Sinto-me um ponteiro num relógio desconcertado.

Vejo as horas de cima, não por snobismo, só porque sou empurrado;

pelas pilhas (muito) alcalinas compradas no "Chinês" aqui do lado.

Vou esperar que "pifem" para enfim (...), descansar um bocado.






Friday, January 16, 2009

"Palavras"

* Arqº/Fotografo/Pintor
Brasília

Os benefícios da Crise...


Tamanho do tipo de letra
Crise trava maiores investimentos turísticos do país
16.01.2009 - 09h16
Por Inês Sequeira, Ana Rute Silva

PÚBLICO
«A chamada cidade lacustre é um dos projectos que espera melhores dias
A crise está a bloquear mais de 3500 milhões de euros de investimento em turismo residencial. De uma lista de 18 grandes projectos analisados pelo PÚBLICO, e que somam mais de sete mil milhões de euros no papel, há pelo menos nove que estão a marcar passo, por falta de condições financeiras e dificuldades nas vendas. Há dois anos, o mercado de segundas residências integradas em "resorts" foi apontado pelo Governo como um dos motores de crescimento económico, contribuindo para atingir uma meta de 21 milhões de turistas (quase o dobro do número actual) e receitas na ordem dos 15 mil milhões de euros em 2015.
A maioria dos empreendimentos analisados ostenta o estatuto legal de PIN (projecto de potencial interesse nacional), conseguindo mais facilidade nos processos burocráticos de licenciamento.
No total, os cálculos do Turismo de Portugal elevam a 12.700 milhões de euros o investimento previsto em mais de 30 grandes empreendimentos para os próximos dez anos. Em causa estão 37.900 unidades (moradias), que se dividem sobretudo entre o interior e o litoral do Alentejo, o Algarve e o Oeste, na zona de Óbidos. Mas à medida que a crise tomou conta dos mercados e a confiança dos compradores diminuiu, muitos dos investidores suspenderam a corrida por questões de precaução. Uns, especialmente no caso de empreendimentos ainda no papel, simplesmente porque os bancos deixaram de emprestar dinheiro. Outros, aguardam por novas tendências. No Alentejo, que sofre de falta de notoriedade no segmento do turismo residencial, há projectos como a Herdade do Barrocal (da Aquapura, ligado a Diogo Vaz Guedes) que estão a ser repensados. "Gostaríamos de ir para o mercado em 2009 mas isso não vai acontecer", admite Miguel Simões de Almeida, administrador da Aquapura Hotels. Também o grupo SAIP (Sociedade Alentejana de Investimentos e Participações) de José Roquette, tinha um investimento previsto de mil milhões de euros no Parque Alqueva, na zona de Reguengos de Monsaraz. A componente imobiliária deveria ser a primeira a arrancar. Agora, está apenas garantido um investimento de 250 milhões de euros, grande parte em hotelaria e serviços turísticos (náutica e golfe). "Estamos a tentar perceber o que vai ser o pós-crise, que tendências novas é que irão surgir e que tipo de valores", comenta José Belmar da Costa, administrador executivo do Parque Alqueva. "A nossa grande vantagem é não termos ido ainda para o terreno. Temos a obrigação de fazer o que for mais adequado para o mercado", afirma. Esta é uma opinião partilhada pelo presidente da Confederação do Turismo Português (CTP), José Carlos Pinto Coelho, também investidor com o grupo Onyria. "Estava tudo montado num modelo em que havia dinheiro barato e disponível. Isso agora não há. O modelo mudou e vão aparecer outros projectos, outra maneira de viver e de gastar o tempo", defende. Contactado pelo PÚBLICO, o secretário de Estado do Turismo, Bernardo Trindade, sublinha que este segmento mantém-se como prioridade no âmbito do Plano Estratégico Nacional de Turismo (PENT), aprovado em 2006. Garantindo estar a acompanhar de perto o avançar dos investimentos, Bernardo Trindade admite no entanto alterar o PENT. "Face à conjuntura económica e à avaliação que vamos fazendo da execução das medidas, não afasto a possibilidade de revisão, mesmo porque considero que se trata de um plano dinâmico e evolutivo", avançou. Os analistas do sector, a par da necessidade urgente de repensar a estratégia turística nacional, salientam que esta será uma oportunidade para a sobrevivência apenas dos melhores projectos. Um factor de sucesso será "mais rigor nas previsões e nos estudos de viabilidade" e menos "optimismo desmesurado", nota a consultora ILM THR. Com efeito, os actuais problemas da banca tornaram visível a fragilidade estrutural de vários projectos. Alguns dos empreendimentos têm "níveis de alavancagem financeira altíssimos", nota Andrew Coutts, director-geral da consultora. Na ilha madeirense de Porto Santo, o Colombo's Resort é o exemplo de um empreendimento que está em maus lençóis. O grupo internacional Starwood rescindiu o contrato de gestão hoteleira com o grupo SIRAM devido ao atraso na conclusão das obras, paradas desde o Natal. Há já salários de operários em atraso. O empreendimento turístico-imobiliário de luxo enfrenta dificuldades financeiras, agravadas pela crise que atingiu os bancos a que estão ligados investidores deste projecto, entre os quais Joaquim Coimbra (JVC Holding), accionista do BPN, e Goes Ferreira (Grupo IPG), do Millennium bcp. Frustradas as tentativas de atrair novos investidores de países árabes, o presidente do grupo SIRAM, Sílvio Santos, tem procurado obter o apoio dos governos central e regional para evitar a falência do maior investimento privado em curso na ilha e candidato ao financiamento do Programa Integrado Turístico de Natureza Estruturante e Base Regional (PITER). À imagem do que acontece em Porto Santo, as dificuldades são bem maiores quando as obras ou a fase de comercialização já arrancaram. A Cidade Lacustre, em Vilamoura, no Algarve, é outro desses casos (ver caixa). "O facto de neste momento o Algarve ser reconhecido como destino de compra de segunda habitação por parte do mercado internacional, faz desta região a principal afectada", indica Eduardo Abreu, sócio da consultora Neoturis.»
................................................................................

[GAD]Basta consultar os nomes que constam nos "links" para perceber quem perde com a dita "Crise"...
Basta ver as imagens para ter a certeza que o território e o ambiente ganham e muito... E os nossos olhos, já tão fustigados da "pastelaria arquitectónica nacional" agradecem e dispensam a pastelaria arquitectónica "à espanhola".
Os velhos e esfarrapados argumentos como; a criação de mais postos de trabalho, o incentivo ao crescimento económico e outros da mesma cartilha politíca, já não comovem ninguém. Porque já ninguém acredita neles. Nuns e noutros.