Tuesday, January 31, 2006

desenho/ escultura


"st-pq" (sem título, por enquanto.)
Começou por ser um desenho. Há muito tempo.
Depois, ganhou volume, passou para uma outra dimensão.
Os rostos têm vindo a se esculpidos com camadas sucessivas de gesso estruturado por cordel de sapateiro.
Os olhos são de vidro, restos de um colar da minha caixa de "relíquias".
Por trás, um dispositivo luminoso, com sensores comprados na loja dos 300 , vai "acordá-los" quando a penumbra se instalar. (já ensaiei e funciona mesmo...)

À noite será outra "coisa". Parecerão fantasmas vigilantes.
É grande (1,50 x 1,00m). não está acabado e nem sei se me apetece acabá-lo.
Acaba por ser também um capricho não o acabar.
Sou o meu cliente. Não assinei um contrato com prazos, como tenho de fazer na minha profissão de arquitecto.
Entrego-o a mim mesmo quando ambos estivermos fartos um do outro.
Acaba por ser uma "terapia" não ter de o acabar.
Não tem um título definitivo. estou à espera.
Gesso sobre cartão (1,50 x 1,00m) 2005/...

Tuesday, January 17, 2006

"Arte Oferecida"


"Autor Desconhecido", Figueira da Foz, 2005

A generalidade das pessoas que passam nesta recôndita ruela periférica à cidade nem repara nesta precária vedação de uma humilde propriedade.
Contudo, com um "olhar" um pouco mais atento e disponível percebe-se o elevado grau de criatividade e de improvisação do seu autor.
Numa Galeria de Arte Contemporânea, seria rotulada como uma (tão na moda) "Instalação" e daria, com certeza, lugar a complexas e elaboradas divagações teóricas.
Para quem gosta de arte, a rua é, porventura, a mais completa das galerias.
Para mim e para a "minha" arquitectura, muitas destas obras efémeras (um dia lá irá o "Poder Local" obrigar à sua substituição por um muro imaculado com contadores embutidos) podem ser mais inspiradoras e didácticas do que uma prateleira atafulhada de revistas da especialidade.

Sunday, January 15, 2006

fotografia

"Xadrez" #01

Primeira experiência com uma longa série de fotografias que captei durante os meses de Maio e Abril de 2004.
Nessa altura, estava no início da reabilitação de um AVC que me "apanhou" subitamente no dia 12 de Dezembro de 2003.
Impossibilitado de exercer a minha actividade profissional, encontrei na minha janela e na pequena "G5" (montada num tripé e a funcionar com o disparador automático), uma das motivações para principiar o "caminho de regresso" e abafar a revolta que nesses tempos me espartilhava.
Ficaram as fotografias, muitas. (já conhecia de cor a rotina de grande parte dos meus "alvos"...).
Passados dois anos, olho para estes "bonecos" e sinto a alegria de fazer, de novo, parte das peças deste jogo de regras estranhas, a que nos habituámos a chamar de vida.

Saturday, January 14, 2006

desenho


Palácio da Rosa, Lisboa
Esferográfica sobre papel (30x20cm)

arquitectura - Sede de uma empresa de segurança privada em Luanda. 2004/...




Projecto para a sede de uma empresa de segurança privada em Luanda (Securitas-Angola).
O Terreno insere-se na actual área de expansão da cidade (Luanda sul / Talatondo).
O programa deste edifício é ambicioso e complexo; para além de albergar todas as funcionalidades administrativas de uma grande empresa em franco desenvolvimento, integra um corpo de formação de seguranças (salas de aulas, auditório, carreira de tiro) e uma zona ampla destinada à habitação permanente dos seus técnicos e directores.



Um sítio virgem "impressionado" pela terra vermelha e pela presença pontual dos Embondeiros, actualmente sem quaisquer referências urbanas consolidadas.
Um dos desafios deste trabalho consistiu na criação de um edifício que respondesse ao programa e simultaneamente pudesse constituir uma possível (futura) referência deste, por enquanto, "não sítio arquitectónico".
A implantação em "S" distribui as diversas funções em corpos autónomos, gerando amplos pátios interiores, lúdicos (no caso das habitações ) e funcionais (relacionados com as valências mais técnicas).
As rampas frontais em "X" basearam-se no "pretexto" da acessibilidade obrigatória para deficientes, para se assumirem como uma peça plástica referencial do conjunto.
O desenho do pavimento da cobertura do edifício será objecto de um trabalho a desenvolver em parceria com um artista plástico Angolano.

Colaboração: Susana Alvarez, Pedro Paula Santos (arquitectura) e José António Aires Pereira (maqueta).

Thursday, January 12, 2006

arquitectura [esquissos]


Estudo para um volume destinado a albergar uma portaria e um posto de transformação.
Residências de Estudantes do Instituto Politécnico de Coimbra (R1/R2), S. Martinho do Bispo, Coimbra.

Saturday, January 07, 2006

desenho


"incompleto"
Gouache sobre cartão, 70x60cm

Thursday, January 05, 2006